Brasileiros no Canadá

O jornal eletrônico da comunidade brasileira no Canadá

Samba toma conta da Dundas

Posted by José Francisco V. Schuster em 17/08/2009

Clique três vezes na foto para ampliação máxima

A Dundas West entre Gladstone e Sheridan, principal área do comércio brasileiro em Toronto e também importante para o comércio português, parecia o Rio de Janeiro no último domingo, com o contagiante som do samba tendo tomado conta da rua. O ritmo da Escola de Samba de Toronto e a beleza escultural das dançarinas do Samba Brasil fez com que um grande número de pessoas fosse à esquina da Gladstone para acompanhar o início da quarta edição do Samba on Dundas, evento anual realizado pela Dundas West Business Improvement Association (BIA). Como em todo lugar onde há samba, era difícil ficar parado. Mesmo os canadianos, considerados “duros” para o gingado que o samba exige, arriscavam alguns passos desajeitados, e até foram chamados pelas bailarinas para as acompanharem ao final.

Uma hora depois, a Escola de Samba de Toronto, liderada por Alan Hetherington, liderava uma multidão atrás dela em desfile pela calçada da Dundas (já que ainda não foi possível obter uma licença para fechar o trânsito de veículos) rumo ao parque Teresa’s Place, a oeste da Dufferin. Era como para sonhar que um dia a Dundas será como a Marquês de Sapucaí, a rua dos principais desfiles do carnaval do Rio de Janeiro, como diz o samba-enredo da Escola de Toronto. No Teresa’s Place, foi a vez da bossa nova do Copacabana Trio, da Capoeira Camará (uma escola de Toronto onde se pratica o misto de dança e luta que foi levado pelos escravos ao Brasil) e do grupo Samba Squad, com Afrolusophone e Dance Migration. Com o dia de tempo bom e temperatura a beirar os 30 graus, foi uma tarde para sentir-se em pleno Brasil.

“Assim como existe o Salsa no St. Clair, temos o Samba on Dundas”, explica João Merli, tesoureiro da Dundas West BIA, que é presidida por Sylvia Fernandez. Ele conta que a escolha pela música brasileira foi porque “ela é muito bem vista, é vibante, é calorosa, e todos param para ver”. Além disso, aquela é a principal região de comércio brasileiro de Toronto.

Merli disse que o Samba on Dundas é realizado em busca de atrair novos comerciantes para a área da BIA, que vai da Rusholme à Lansdowne. “Queremos mostrar aos potenciais investidores que é uma área movimentada”, argumentou, observando que ali se encontram cafés, talhos (açougues), cabeleireiros, agências de viagens e outros serviços. “A Dundas está muito bem servida”, garantiu. Porém, apesar de estarem inclusive a surgir novos estabelecimentos, a BIA quer buscar substitutos para os proprietários próximos à reforma que não conseguiram atrair seus filhos para os negócios. “Esses comércios antigos ficam com aparência de degradados, por falta de investimentos”, afirma o tesoureiro da BIA.

Para tornar a área atraente aos negócios, a BIA, iniciada há cinco anos, está a tomar iniciativas como colocar cartazes nos postes e deve colocar vasos de flores. Além disso, participou na criação do Teresa’s Place. “A Toronto Housing tinha uma cerca feia. Fizemos um jardim no local e é muito mais bonito hoje”, afirma Merli. O nome do parque é, inclusive, em homenagem a Teresa Melo, falecida integrante da direcção da BIA que muito colaborou. Além disso, a BIA organizou para que no último sábado os comerciantes fizessem vendas nas calçadas durante todo o dia.

Uma dificuldade, porém, é a ameça de que o estacionamento a partir das 16 horas venha a ser proibido a partir de 1º de outubro na rua, causando dificuldade de acessso aos consumidores. “Vamos lutar na Câmara Municipal, mas não vai ser fácil”, reconhece Merli, observando que o vereador da área, Adam Giambroni, é contrário ao estacionamento. “Ele tem conflito de interesse por também ser presidente dos TTC, que são contra estacionamentos”, entende o tesoureiro da BIA, que não quer ver os clientes espantados para os centros comerciais próximos, que oferecem estacionamento. Ele promete, entretanto, que a BIA está a se mobilizar para que a possibilidade de parar os carros mesmo na hora do “rush” continue, facilitando as compras na Dundas.

Leia a reportagem sobre a terceira edição do Samba on Dundas clicando aqui.

2 Respostas to “Samba toma conta da Dundas”

  1. ADRIANO MELO said

    olá tenho grande interesse de ir morar no canadá, fui roubado por uma pessoa que eu conheci em São Paulo, essa pessoa ficou de providenciar toda a documentação para mim, ela se passou como imigrante do Canadá e dizia estava visitando o BRASIL,ME PEDIU 8 MIL REAIS E DISSE QUE PROVIDÊNCIARIA TRABALHO E MORADIA PARA MIM NO CANADÁ,EU ESTAVA EMPOLGADO EM IR AO CANADÁ, ESSA PESSOA SUMIU LEVANDO TODA A MINHA ECONOMIA. TENHO DOIS COLEGAS QUE ESTÃO EM UMA CIDADE CANADENSE CHAMADA ALBERTA, PEÇO SUA AJUDA, COMO DEVO FAZER PARA IR AO CANADÁ , MESMO SEM CONHECER NINGUEM?
    POR FAVOR ME RESPONDA, TENHO 28 ANOS E NÃO VEJO ESPECTATIVA PARA MIM NO BRASIL, SOU TÉCNICO EM TELECOM, E TRABALHEI POR 8 ANOS PRESTANDO SERVIÇOS A PETROBRÁS EM NAVIOS E PLATAFORMAS DE PETRÓLEO NA BACIA DE CAMPOS.
    GOSTARIA DE ENCONTRAR MEUS AMIGOS NO CANADÁ, MAS PERDI O CONTATO.
    EU TE GRATIFICARIA SE ME AJUDASSE.AGUARDO CONTATO. MEU CELULAR É 79-8852-8209, MEU NOME É ADRIANO, adrianowka@gmail.com

  2. Quero deixar um abraço a todos os brasileiros que residem no Canada principalmente ao amigo Joao merli

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: