Brasileiros no Canadá

O jornal eletrônico da comunidade brasileira no Canadá

Comunidade ajuda gêmeos autistas

Posted by José Francisco V. Schuster em 03/11/2008

O Sport Club Lusitânia de Toronto mostrou que Haloween também é uma oportunidade para fazer o bem: na última sexta-feira, promoveu uma festa de caridade em prol do gêmeos autistas brasileiros George e Naya Czapski, de dois anos e meio de idade. Há suspeita de que o irmão mais velho dos dois, Pedro, de três anos e meio, também tenha autismo em um leve grau. A mãe das crianças, Valeska, lamenta que, além da doença, tem de enfrentar uma lista de espera de quatro a seis anos do governo até conseguir atendimento especializado para o caso. “O que adianta o médico me parabenizar por ter detectado cedo o problema se há uma fila de espera por anos?  É um absurdo”, critica ela.

O autismo é uma desordem neurológica que faz a criança viver em seu próprio mundo e ter um atraso no aprendizado. “Como podem alguns dizer que o autismo não tem cura se a causa é desconhecida?”, questiona Valeska. Segundo ela, há vários relatos de crianças que mostram avanços significativos após apenas um mês de trtamento. “Está comprovado que um tratamento de 40 horas semanais com fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e de comportamento dá resultados”, afirma. O problema é que até o governo assumir o tratamento, o custo é de nada menos do que 7.800 dólares por mês, fazendo com que muitos pais de autistas vendam a própria casa para cobrir as despesas. “Antes disso, o que se  recebe do governo é no máximo 400 dólares por mês, o que não é nada no caso”, afima a mãe.

Valeska diz que vem fazendo um grande esforço para proporcionar aos gêmeos um atendimento mínimo por fonoaudiólogo, que custa 140 dólares a hora. Já o psiquiatra que avaliou George por três horas para diagnosticar que a criança tem autismo severo cobrou dois mil dólares pelo serviço. “Com o pouquíssimo dinheiro que consegui, eles já melhoraram”, disse a mãe.

Esta foi a quarta festa para arrecadar fundos que promoveu, todas com a generosa colaboração do cantor brasileiro Sandro Liberato na animação. Mais duas festas estão programadas para o mês de dezembro, uma no Centro Cultural Português de Mississauga e uma outra em Toronto, em local a ser definido, podendo ser novamente no Lusitânia. Esta, segundo a mãe, contaria com o show do cantor Marcelo Neves, que ficou também comovido com o caso. Com a falta de profissionais e a falta de informação sendo outros problemas para os pais de autistas, a própria Valeska está fazendo um curso de intrutora-terapeuta e ainda criou a  George and Naya Czapski Foundation. “Queremos mostrar aos pais que não precisam desesperar-se, pois tem cura”, disse ela. Doações para a fundação podem ser feitas diretamente no site www.georgenaya.com.

“As comunidades unidas têm muito mais força. Temos que nos juntar uns aos outros”, afirmou o presidente da direção do Lusitânia, Luís Ferreira, observando que diversos brasileiros presentes à festa de caridade mencionaram ter avós portugueses.

5 Respostas to “Comunidade ajuda gêmeos autistas”

  1. remy said

    eu tb tenho um filho de 3 anos que e autista e tudo que consegui foi uma pscopedagoga atraves da justiça!preciso de fono e terapia com psicol…e terapia ocupacional…tou lutando tb na justiça por uma pensao
    pra ele, e tudo muito dificil….

  2. silvia cristina said

    olá eu sou a cris mãe do wulliam que é autista tem 26 anos está na secola desde os 4anos . realmente e uma barra ter mu filho com qualquer tipo de problema no mundo mas depois de todo esse tempo de experiencia de vida eu descobri que não e´o problema em si mas nos ser humanos que não estamos preparados para coisas que nos der trabalhos , problemas, gastos etc é otimo esta tudo bom mas deus existe e aprendi que com ele tudo é melhor. nós que temos crianças especiais temos queaproximarmos e compartilharmos mais dos nosssos filhos temos que ter forças que opeso e menos. quanto a escola tem uma lei para o autismo de escola garantida.

  3. Louzada said

    Aqui em BH/MG eu conheço uma excelente fono, o site dela é http://www.daniellelins.com.br

  4. Moa said

    Ola, tenho gemeos autistas… na luta constante descobri que existe uma especie de ajuda do governo, para crianças autistas.Alguem sabe dar detalhes promissores? ( dj.moa@hotmail.com) Obrigado!

  5. Edson said

    Olá,sei que as mensagens são antigas porém se de alguma forma ajudar… moro em Jundiaí e temos aqui a APAE e tem atendimento para todas essas especialidades para pessoas com autismo e outras deficiências,tem também a escola que é na própria Apae…se interessar o telefone de lá é.. (011)4588-2900 …abços

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: